Menos é Mais lança lança ‘Pagando mal com mal’ nas rádios de todo o Brasil

30 de Abril de 2021 14h34

O pagode do Menos é Mais chega hoje, dia 30 de abril, nas rádios de todo o Brasil com a faixa “Pagando Mal com Mal”. A canção faz parte do setlist do projeto “Plano Piloto”, primeiro álbum inédito dos meninos e que traz uma linda homenagem à Brasília (ouça aqui). A capital nacional é a cidade de origem do grupo, que faz questão de manter o DNA brasiliense em seus tons e sons. “Pagando Mal com Mal” está disponível em todas as plataformas digitais e seu videoclipe tem quase 2 milhões de visualizações no YouTube (assista aqui). Composta por Rapha Oliveira, Wallace Cezar e Ederson Melão, a música foi produzida por Rafael dos Anjos, que assina toda a produção musical do álbum. O grupo ganhou destaque no cenário musical nacional no ano de 2020, com o “Churrasquinho do Menos é Mais”. No mesmo ano, os cantores venceram o Prêmio Multishow na categoria ‘Experimente’ e seguem colecionando números incríveis. Seu canal do YouTube se aproxima de 1 bilhão de visualizações e tem 2.7 milhões de inscritos. Só no vídeo do medley Melhor eu ir/Ligando os Fatos/Sonho de Amor/Deixa eu te querer são 414 milhões de views. Nas plataformas digitais, o grupo tem 4,5 milhões de ouvintes mensais e sua audiência no Spotify é de 350 milhões. PLANO PILOTO A gravação do audiovisual “Plano Piloto” aconteceu em Brasília/DF e o grupo pensou em cada detalhe. Começando com a escolha do figurino de cada EP e suas curiosidades interessantes: desde o princípio a intenção foi mostrar o outro lado de Brasília, o das belezas naturais, que muitas vezes é esquecido ou deixado de lado, e Brasília é muito rica. Então, o grupo optou por levar dois mundos diferentes para o projeto. No primeiro EP, as referências no figurino foram dos principais monumentos de Brasília construídos pelo homem. Já no segundo compilado, a inspiração foi a fauna e a flora do cerrado, que é a base de Brasília. A figurinista Camila Monteiro assina os looks do grupo neste projeto. Já com relação ao cenário dos EP’s de Plano Piloto o processo criativo teve como ponta pé inicial o nome do projeto “Plano Piloto”. Com referência dos artistas e na intenção de homenagear Brasília destacando nomes importantes como o arquiteto Oscar Niemeyer, o urbanista Lucio Costa, e artistas da cidade que fizeram história como Burle Marx e Athos Bulcão. A partir disso, o grupo escolheu os principais elementos de Brasília como o Congresso Nacional, Torre de TV Digital, Ponte Juscelino Kubitschek e a Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida e transformou no cenário dos dois EP’s. A cenografia do projeto é assinada por Filipi Brito. Foto: Ricardo Ribeiro/Divulgação