Sambista pernambucano Taiguara Borges estreia no canal cultural “Degusta Somdagem

10 de Junho de 2021 16h02

Apesar do tempo indeterminado longe dos palcos, o artista Taiguara Borges mergulha em outras oportunidades de levar a sua música para todos os cantos. Um desses caminhos é a participação do músico no segundo episódio do canal Degusta Sondagem, que traz a ideia de ocupar espaços urbanos do Estado dando protagonismo a novos experientes artistas de Pernambuco. A edição já está disponível no canal do Youtube do projeto (Degusta Sondagem). Além de três músicas tocadas durante o programa, a edição conta com um bate-papo descontraído com o cantor. O local escolhido para as gravações com Taiguara foi o Parque Urbano da Macaxeira, coincidência, ou não, espaço que tem grande ligação com o músico. “Foi um programa diferente que me fez relembrar o começo da minha carreira. Os sambas, as produções e os ensaios. O parque fica na frente do estúdio que iniciei minha carreira. É como passar um filme na minha cabeça”, celebrou Taiguara Borges. Primeiros passos - Taiguara Borges Paulino nasceu no Recife, em 1989. Por influência do seu pai, Elias Paulino, sambista e fundador do tradicional Grupo Terra, o artista deu seus primeiros passos na música desde muito novo. Foi esse caminho trilhado desde cedo por Taiguara que possibilitou sua imersão na música, mais especificamente no samba pernambucano. O primeiro passo rumo ao seu desenvolvimento musical aconteceu aos 5 anos de idade, quando ingressou no Conservatório Pernambucano de Música. Aos 7 anos, formou o seu primeiro grupo de música, "Com Paixão”. Anos depois, investiu na bateria na banda “Swing Maneiro”, grupo que fundou com os amigos. Com 13 anos de idade, participou do conjunto “Doce Amizade”. Um ano depois, Taiguara fez parte do grupo “Só pra Curtir”, participando de apresentações grandes na cidade. Entre 2005 e 2006, o músico passou dois anos no grupo “Clima Tropical”. Após sua saída, passou um ano no grupo “Pagodance”, no qual também foi produtor musical. Produtor - Unindo a produção musical com a atuação de músico, o pernambucano fundou o grupo Samba D’Pegada no ano de 2007, com 4 discos e 2 DVDs durante uma década de existência. Doze anos depois, em 2019, Taiguara criou o projeto Som da Laje, no qual ele une o amor da casa dos seus pais ao seu sentimento pela música, recebendo artistas locais para gravações de videoclipes. O Som na Laje ganhou duas edições até agora, e promete se manter continuamente na cena cultural pernambucana. Na primeira edição, contou com 4 músicas autorais e com a participação do músico Rodrigo Leite. Já na segunda edição, Taiguara recebeu Nene Brown, Miudinho e Mainho, grandes nomes da música e do samba brasileiro. Taiguara também foi o idealizador do Samba Verde, projeto que mescla o samba com a conscientização ambiental. Com 17 edições, trouxe diversos nomes da música brasileira, como Leandro Sapucaí, Trio Preto, Caníbal, Nena Queiroga, DJ 440 e Cardosão. Solo - Em 2017, Taiguara Borges caminhou para sua carreira solo. Nesse mesmo ano, lançou seu primeiro disco solo, intitulado de Compositor de Sonhos, contendo 8 músicas. A ideia inicial do CD era de que outros artistas escutassem suas composições e gravassem em seus trabalhos. Contudo, o CD foi bem recebido pelo público. Um ano após o lançamento da carreira solo, o artista gravou seu primeiro acústico no Canal do Leandro Brito, maior espaço de conteúdo de samba e pagode do Youtube. No ano de 2020, apesar do momento delicado para a música, em meio à pandemia do Coronavírus, Taiguara conseguiu gravar e lançar o disco “O Samba Salva”. No mesmo ano, também se destacou com a gravação do acústico em São Paulo, no estúdio consagrado Showlivre. Vejam mais informações: @taiguaraborges @producaotaiguara @somdalaje @sambadochefe