Jardim Botânico do Recife comemora 42 anos e apresenta novidades

29 de Julho de 2021 10h35

O Jardim Botânico do Recife (JBR), equipamento ambiental ligado à Prefeitura, comemora, neste domingo (01 de agosto), 42 anos de existência. O espaço, inaugurado em 1979, está inserido numa unidade protegida com 11,44 hectares de Mata Atlântica, sendo atualmente a única reserva ambiental totalmente estruturada para receber visitantes, com o objetivo de estreitar os laços das pessoas com a natureza. Como parte das celebrações, serão lançados dois instrumentos que guiarão as atividades científicas, de educação ambiental e administrativas do espaço: o Plano Diretor do Jardim Botânico e o Manual de Gestão. Além disso, outros atrativos serão oferecidos à população, como a reabertura das trilhas, a volta dos ensaios fotográficos e a entrega de um aplicativo voltado especialmente para as pessoas com deficiência visual ou que não sabem ler. As comemorações começarão a partir das 9h e seguem até às 15h, horário de funcionamento do espaço. Na ocasião, o Plano Diretor do Jardim Botânico, instrumento norteador das regras de manejo, gestão, gerenciamento das coleções vivas e da preservação e manutenção do patrimônio científico, arquitetônico, cultural e histórico será apresentado à população juntamente com o Manual de Gestão do Jardim Botânico do Recife. Esse último, indica os procedimentos para execução das atividades do local, permitindo planejamento e gestão eficazes de todos os gestores e colaboradores. Outra novidade será o lançamento do aplicativo JBR Acess que vai oferecer aos visitantes, com algum tipo de deficiência visual ou que não sabem ler, informações em áudio sobre os diversos espaços do local. No domingo também serão anunciadas as novas regras para o retorno dos ensaios fotográficos e das trilhas. Para o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos Ribeiro, o JBR tem cumprido o papel científico, educacional e de lazer para a população. “São 42 anos de serviços prestados à população, tanto para fins científicos, conservação da natureza, educação ambiental, como também de proporcionar aos seus visitantes um maior contato com a natureza. Nosso equipamento entrou de vez no roteiro dos recifenses e turistas e a ideia é que cada vez mais a gente possa oferecer esse bem-estar, atrelado ao cuidado com o meio ambiente e a sustentabilidade", disse. Sobre o Jardim Botânico do Recife Com uma média de 100 mil visitantes por ano, desde a reforma realizada em 2013, o equipamento se tornou um dos mais queridos da população e ponto turístico da capital pernambucana. O local passou a abrigar coleções botânicas, jardins e um remanescente de floresta atlântica que se integra a outras unidades protegidas, formando um importante cordão verde na Zona Oeste do município. No espaço, o público pode desfrutar de sete jardins temáticos: Cactos, Bromélias, Orquídeas, Palmeiras, Plantas Medicinais, Sensorial e Plantas Tropicais. Além de área pública de lazer e contemplação, o espaço abriga um corpo técnico que realiza pesquisas voltadas à botânica, restauração florestal e conservação da biodiversidade da Mata Atlântica. O JBR abre de terça a domingo, das 9h às 15h, e a entrada é gratuita. Foto: Divulgação/ SMAS